Mag Rodrigues

Mulher de olhos azuis encara a câmara, usa cachecol vermelho e fuma cigarro. Mulher sentada entre a luz e a sombra encara a câmara, usa três terços ao pescoço. Mulher de olhos fechados, encostada a parede onde se lê o seu nome. Mulher encara a câmara com olhar expressivo e segura cigarro com a mão direita. Mulher em pé num corredor azul, cabeça virada para o tecto de olhos fechados. Mulher melanodérmica encara a câmara com olhar expressivo. Mulher encara a câmara, sentada em cadeira vermelha entre a sombra e a luz. Mulher de olhos azuis encara a câmara enquanto fuma um cigarro. Mulher em pé ao longe num espaço arejado e azul claro.

Retratos de mulheres com transtornos psiquiátricos, internadas na Casa de Saúde da Idanha, instituição fundada em 1894 por S. Bento Menni. Desde a sua origem, presta-se à prática de cuidados diferenciados e humanizados em saúde, sobretudo em saúde mental e psiquiatria. No conjunto de valores institucionais, lê-se numa alínea: “sensibilidade em relação aos excluídos”. As Senhoras agarra-se a esse repto, dando espaço para as pessoas com doença mental se expressarem, tornando-as, assim, visíveis e evocando a singularidade de cada uma.